“Porquê” ganhar dinheiro na internet – parte dois

No artigo anterior eu tratei a qualidade de vida como o ponto fundamental pelo qual você deveria levar em consideração tornar-se um empreendedor digital. Esse foi o ponto que mais me induziu a isso e, pelo que percebo nas conversas que tenho com amigos que possuem negócios na rede, é o que também mais os balizou em suas decisões.

Todos sabemos que a internet tem gerado fortunas bilionárias para os donos de empresas como Google, Facebook, Youtube, Skype, Paypal, Ebay, dentre dezenas de outras mais ou menos desse porte.

Mas esse tipo de negócio não é pra todo mundo e não é dele que falamos aqui. O que eu incentivo neste blog são negócios que estão ao alcance de qualquer um, negócios que podem ser desenvolvidos e gerenciados por qualquer pessoa, através de um simples computador, a partir de sua própria casa.

Num primeiro momento, a percepção que você pode ter é de que os ganhos financeiros que poderá ter com esses tipos de “pequenos” empreendimentos online que vou propor neste blog ficam muito aquém dos que você poderia obter em trabalhos tradicionais ou negócios offline. E isso pode ser verdade… Eu acredito que se você partir para buscar um emprego ou abrir uma loja, seja do que for, inicialmente, é bem provável que ganhe mais dinheiro com uma dessas opções do que com um pequeno negócio digital. Mas mesmo assim ainda acho que vale a pena você insistir em empreender online, pois, com o tempo, ao aprender mais e mais sobre o empreendedorismo digital, você pode alçar vôos mais altos e seus negócios online podem se tornar bem mais rentáveis que qualquer negócio físico.

Foi assim que aconteceu com as pessoas à quem me referi logo acima. Elas poderiam ter optado por, inicialmente, terem ganhado muito mais dinheiro num negócio fora da internet. Mas preferiram a tal “qualidade de vida” – eu também. E o fato é que quando fizeram de seu trabalho um verdadeiro lazer, os resultados tomaram proporções inimagináveis… E hoje algumas dessas pessoas que eu conheço, que optaram por empreender na internet, tem renda que dificilmente teriam em negócios tradicionais.

Baixo investimento e baixo risco

O segundo ponto pelo qual você deve atentar-se aos negócios digitais é que, por vezes, montar um negócio na internet não custa praticamente nada, em comparação aos investimentos que um negócio físico requer. Eu já iniciei um negócio com 8 dólares (isso mesmo, apenas o valor de registro de um domínio) onde cheguei a fazer, depois de uns seis meses aproximadamente, mais de R$4.500,00 por mês – e tenho uma renda passiva até hoje, proveniente desse negócio. E esse é apenas um dos exemplos.. Então, o baixo custo é um ponto muito forte a favor dos negócios digitais e ele nos leva outro fator: o baixo risco.

Pelo fato de poder iniciar algo com tão pouco dinheiro, você praticamente não corre risco nenhum. E isso lhe traz uma outra vantagem: você pode diversificar ao máximo seus empreendimentos, pode lançar o máximo de iscas na água, afim de ter maiores chances de fisgar seu peixe. Depois de algum tempo estudando sobre os negócios online, você começará a enxergar oportunidades pra todo lado, a ponto de perceber negócios que não requerem investimento nenhum. Ou seja, pra chegar a esse ponto o maior investimento que você precisa fazer é em conhecimento.

Mente Milionaria

O poder e a magia da renda extra

Depois dos fatores “qualidade de vida”, “investimento” e “risco”, o que eu julgaria como mais relevante em relação a um negócio digital é a possibilidade de você iniciá-lo sem ter que largar o que você já faz atualmente. Você pode começar suas investidas na web de maneira paralela ao seu trabalho atual, buscando o que podemos chamar de uma segunda fonte de renda ou uma “renda extra”. Eu não estou dizendo aqui que você vai conseguir fazer um monte de dinheiro na internet dedicando-se apenas 20 minutos por dia, nada disso. Estou apenas falando que você pode “começar” assim. Dedicando algum tempo diário ao aprendizado dos principais conceitos e estratégias que os negócios digitais requerem. E aí você vai pondo em prática o que for aprendendo, vai testando, testando, até começar a ver as coisas fluírem. Caso algum dia esteja apto a viver apenas da internet, ai sim pode levar em consideração tocar seus negócios online em tempo integral.

Pense nisso: se do ponto de vista financeiro já havíamos falado que o risco era quase zero, então sabendo que não precisa largar seu emprego ou empreendimento atual, qualquer expectativa de risco torna-se agora 100% nula. Não tem porque não iniciar um negócio online e começar a ganhar dinheiro na internet agora mesmo.

No próximo post dessa série eu abordarei mais alguns aspectos que deverão lhe estimular a empreender na internet

Mas o que você está achando do que leu até agora? Está compreendendo as vantagens de setrabalhar na internet?



“Aos vinte e poucos anos eu decidi que iria aprender a “ganhar dinheiro na internet”. Aos trinta ainda não sei quase nada. Mesmo assim, tive a cara de pau de criar este blog para ensinar você como fazer isso.” [...] Continue lendo

{ 1 comentário… Clique aqui para comentar }

  • João Matos 02/01/2015, 12:43 am

    Excelentes pontos de vista, Pablo. Estão ajudando muito a abrir minha mente para os negócios na internet. Em breve espero conquistar minha liberdade financeira a partir da internet assim como você.

Deixe um comentário