O que é independência financeira – de verdade

O que significa ser financeiramente livre? Esse é o tipo de pergunta para a qual cada pessoa tem sua própria resposta. Para algumas questões da vida, simplesmente não dá para generalizar nas respostas, pois cada um pensa de um jeito diferente. E o que fazer com seu tempo e seu dinheiro é uma dessas questões que só você pode resolver. E assim é com qualquer um.

Pergunte a 10 pessoas o que elas entendem por ser financeiramente independentes e você terá 10 respostas diferentes. E eu também tenho minha resposta, com a qual você pode não concordar. Mas mesmo assim eu vou escrevê-la aqui…

O significado de independência financeira

Antes, porém, de dar minha própria opinião sobre o que é independência financeira, eu vou rapidamente explicar o que NÃO É ser financeiramente independente… 

Muita gente pensa que ser independente financeiramente é livrar-se do dinheiro de outra pessoa, ter sua própria fonte de renda, etc… Por exemplo, um filho que vive de mesada, muitas vezes pensa que quando estiver trabalhando e não precisar mais do dinheiro dos pais, será financeiramente independente. Do mesmo jeito, uma esposa pode dizer que quer começar a trabalhar para se tornar financeiramente livre – do dinheiro do marido.

Mas começar a ganhar dinheiro não necessariamente torna alguém financeiramente independente. “Independência financeira” não é apenas ter seu próprio dinheiro… É comum as pessoas pensarem: “eu arrumei um emprego, agora sou independente financeiramente…”  Errado! Agora, mais do que nunca, você é financeiramente dependente – no caso, do seu empregador.

Independência financeira é mais que isso… é ter dinheiro suficiente pra se manter, independente de trabalhar. É ter a liberdade de poder “correr” atrás do dinheiro ou não, sem que isso interfira no seu padrão de vida… É você poder parar de trabalhar e continuar pagando as contas.

financeiramente independente

A minha definição de independência financeira

Então, para mim, independência financeira é você ter renda passiva igual ou superior a sua necessidade de dinheiro para viver. E é justamente nesse ponto que você pode não concordar comigo… De acordo com os padrões sociais com que a maioria está acostumada, o que acabei de falar pode soar quase como um insulto.

Eu acredito, por exemplo, que uma pessoa que tem um emprego invejável, com salário de R$50 mil por mês, que mora numa bela casa, que tem três carrões na garagem, filhos na escola, vários luxos e costumes como restaurante semanalmente, viagens anuais, casa na praia, etc., é uma pessoa sem liberdade financeira – pra não dizer financeiramente algemada.

Olhando para a vida desse sujeito, a maioria das pessoas diria que ele é financeiramente independente, pois pode fazer e possuir tudo o que deseja. Como falei, ele tem a casa dos sonhos, os carros, as viagens e tudo o que a maioria das pessoas imagina ter. O que ele não tem, no entanto, é o direito de sequer imaginar ser livre. Na verdade, parar de trabalhar é algo com que ele não pode nem sonhar. Ele é um prisioneiro de suas contas e do seu salário.

Ao passo que uma pessoa desempregada, que recebeu um milhão de indenização e aplicou na poupança (não que a poupança seja uma boa ideia), e que agora tem uma renda de R$5 mil por mês, mas que tem um estilo de vida frugal, que mora numa casa simples, que não dirige carrões, que não precisa de luxos para viver e que seus gastos mensais não passam de 3 ou 4 mil reais, essa sim é uma pessoa financeiramente independente – pelo menos para mim.

Mas, aos olhos da maioria, essa segunda pessoa está “quebrada”. Cadê seu carrão, sua mansão, suas fotos de viagens? Não, ela não tem liberdade para fazer nada, muito menos para dizer que tem liberdade financeira.

E é com base nesse tipo de raciocínio que muitos vivem em busca de uma independência financeira que nunca irão alcançar, pois, mais que um padrão de consumo que pode ser medido pelos seus bens, sua independência financeira é um padrão de atitudes que está em sua mente.

Ou seja, segundo essa filosofia, tornar-se independente financeiramente é muito mais fácil do que a maioria das pessoas pensa, pois pra chegar lá não é preciso ter tudo o que elas acreditam ser necessário.

E você, qual sua opinião sobre independência financeira?



“Aos vinte e poucos anos eu decidi que iria aprender a “ganhar dinheiro na internet”. Aos trinta ainda não sei quase nada. Mesmo assim, tive a cara de pau de criar este blog para ensinar você como fazer isso.” [...] Continue lendo

{ 2 comentários… Clique aqui para comentar }

  • Antônio Melo 08/12/2016, 3:25 pm

    Riqueza é medida em tempo e não em dinheiro. É o quanto tempo você poderia manter seu padrão de vida sem ter que trabalhar. Logo, sua definição de independência financeira está correta. Parabéns pelo blog!

  • Jose 17/07/2015, 9:04 pm

    Concordo em totalidade com sua ideia de independencia financeira.
    Penso da mesma forma, mas o conceito apresentado é muito simples para pessoas possam entender!!!!
    Meus comprimentos… Parabens por seu texto.

Deixe um comentário