Aweber agora permite importar listas sem necessidade de opt-in

Em um post inesperado no blog do Aweber, eles noticiaram algo que, pra mim, é um tanto inusitado… Já faz alguns anos que eu utilizo o Aweber e se tem uma coisa que eu sei é que eles são rígidos em relação a qualquer prática que ponha em risco a qualidade do seu serviço. E não há nada que eu pense que pode colocar mais em risco um serviço de email marketing, do que o que eles acabaram de anunciar…

Se há no mundo do marketing digital uma coisa que mexe com a cabeça dos novatos, essa coisa é o email marketing. Por mais que nós digamos que enviar email indiscriminadamente não gera resultado algum, quem está começando a usar a internet como meio de divulgação, logo pensa: “se eu enviar um milhão de emails, posso fazer muitas vendas”.

E logo essas pessoas caem nas armadilhas das vendas de listas gigantes e de serviços que prometem enviar emails para essas listas. Pura perda de tempo!

Quem está acostumado a ter bons resultados utilizando o email como estratégia de marketing bem sabe o quão poderosa é essa forma de vender na internet, porém, só existe uma forma disso funcionar… E essa forma nada mais é do que enviar emails apenas para quem os deseja receber. Só assim você será lido!

A questão é que para além do fator humano (pessoas lerem ou não lerem seu email), há ainda aspectos técnicos que devem ser observados. Pois, ainda que as pessoas desejem os emails que você envia, é preciso que esses emails cheguem até elas, para que elas possam lê-los. E, melhor ainda, que eles cheguem nas suas respectivas CAIXAS DE ENTRADA!

Taxa de entrega de emails do Aweber irá se manter?

E é isso aí que diferencia os serviços de email marketing: suas capacidades de entrega de emails na caixa de entrada! E o Aweber, como uma solução para pequenos empreendedores e empresas que não dispõem de uma solução própria, tem sido considerado um dos melhores nesse quesito por muitos anos. E, acredito eu, boa parte dessa reputação se deve às suas políticas rígidas em relação às listas para as quais pode-se enviar emails através de seus servidores.

Houve uma época em que eles não permitiam que seus usuários importassem listas de outros servidores. Depois de um tempo eles passaram a aceitar esse tipo de importação, mas era necessário uma mensagem de confirmação (opt-in ) no ato da importação.

Ou seja, assim que você subia a lista para sua conta do Aweber, um email de confirmação era enviado para toda a lista, afim de que as pessoas confirmassem que desejavam permanecer na sua lista e receber seus futuros emails. Essa medida, no entanto, geralmente reduzia sua lista a uma fração mínima do seu real tamanho, uma vez que a maioria das pessoas não clicavam no link de confirmação.

Agora, porém, o Aweber está permitindo que você importe suas listas, sem a necessidade da confirmação opt-in. Eles abriram de vez para que nós possamos subir listas externas em seus servidores e enviar emails para elas. A questão é: isso é bom ou é ruim?

Importação de listas sem opt-in no Aweber pode ser um problema

Num primeiro momento algumas pessoas podem achar uma maravilha, pois, no formato anterior, onde era preciso enviar uma confirmação, elas viam suas listas praticamente serem reduzidas à nada. Porém, como usuário, eu ficava bem mais satisfeito com a antiga política, pois eu sabia que meu dinheiro estaria sendo protegido.

Dinheiro protegido?? Como assim, Pablo? Bem, no Aweber nós pagamos pelo tamanho de nossa lista. Então, a questão a ser priorizada não é ter uma lista grande, mas sim um serviço de qualidade.

Se eu tenho uma lista gigante, mas quando eu envio um email para ela, apenas 10% desses emails vão parar na caixa de entrada, quer dizer que eu estou rasgando dinheiro.

Por outro lado, se eu estou pagando muito e não estou vendendo nada (pois meus emails não chegam), isso pouco importa para o serviço de email marketing, pois eles estarão ganhando o deles de qualquer forma.

Ou seja, listas grandes podem ser muito rentáveis para o Aweber, mas não necessariamente serão para você – e eu. Se eles mudam a política dessa forma, penso eu que eles estão pensando muito mais no dinheiro deles do quê no nosso. E, cá pra nós, acho que agora eu sei quem criou a famosa frase “o dinheiro está na lista“.



“Aos vinte e poucos anos eu decidi que iria aprender a “ganhar dinheiro na internet”. Aos trinta ainda não sei quase nada. Mesmo assim, tive a cara de pau de criar este blog para ensinar você como fazer isso.” [...] Continue lendo

{ 0 comentários… Clique aqui para comentar }

Deixe um comentário